Ou não...? Devido à alguma necessidade profissional, os alunos procuram professores particulares e cursos de inglês para aprender o idioma “para ontem”. Não há dúvidas de que os estudantes aprenderão. No entanto, ficar fluente é outra história.
Todo conteúdo bem direcionado por um profissional experiente, usado através de uma metodologia adequada gera resultados. Mesmo, aquele aluno que tem dificuldade, invariavelmente, aprenderá alguma lição.

No entanto, cursos que prometem milagres e um nível de inglês avançado, em pouco tempo, merecem atenção.
Para atingir fluência, o aluno precisa praticar muito, e isso, consequentemente, exige dedicação e tempo. Nenhum aluno aprende sem ouvir, ler e exercitar. Além disso, não é somente a prática em si que devemos levar em consideração, mas sim, a constância, a regularidade do seu curso.
Na vida agitada que se leva atualmente, muitos alunos querem aprender rápido demais, e não contam que o “rápido pode sair caro”. Depois de 3 meses de curso, o aluno acha que aprendeu. Então, ele termina suas aulas. Ao passar algum tempo sem contato com a língua, esse mesmo aluno percebe a necessidade de falar inglês, novamente. Mas, o fato é que ele não se lembra de mais nada. Logo, ele se matricula em outro curso para dessa vez tentar aprender...
Lembre-se que todo aprendizado possui etapas. A língua contém uma estrutura para ser ensinada. Portanto, atente-se a métodos muito rápidos!

Gabriela Santos – professora de inglês
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.