Ao aprender educação financeira em sala de aula, a grande maioria das crianças (entre 4 e 12 anos) leva o tema para casa, ajudando a mudar os hábitos de consumo dos próprios pais.
Este é um dos resultados da 1ª Pesquisa Nacional de Educação Financeira nas Escolas, realizada em parceria entre o Instituto Axxus, o Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia (NEIT) do Instituto de Economia da Universidade de Campinas (Unicamp) e a Associação Brasileira dos Educadores Financeiros (Abefin).
Ao estudarem o tema em sala de aula, as crianças passam a ter maior consciência sobre as limitações financeiras da família. Em 67% dos casos conhecem, totalmente, as limitações e em 33%, conhecem parcialmente.

Já, entre as crianças que não são educadas financeiramente, 43% não conhecem nada da situação financeiras da família, 51% conhecem parcialmente e apenas 6% conhecem totalmente.
Por isso, 71% das crianças que têm educação financeira, nas escolas, ajudam os pais a comprar de forma consciente. Entre as que não têm, 0% ajudam e quase a metade (45%) pede tudo em situação de compra.
Essas não são as únicas evidências de que educar financeiramente as crianças gera um impacto positivo em toda a família. Veja também a resposta para o questionamento “se partir de hoje você não recebesse mais o seu ganho mensal, por quanto tempo manteria seu padrão de vida atual?”:
Entre os pais e responsáveis por crianças que têm aulas de educação financeira na escola, 73% conseguiriam manter seu padrão de vida por até seis meses, 25% por mais de um ano e apenas 2% por apenas um mês.
Entre os que não tem educação financeira na escola, só 3% conseguiriam manter seu padrão de vida por um ano ou mais, 53% por até seis meses e 44% por um mês.
Não restam dúvidas: quando os filhos têm contato com o tema em sala de aula, a família também é beneficiada.

Reinaldo Domingos é Doutor em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin – www.abefin.org.br) e da DSOP Educação Financeira (www.dsop.com.br). Está à frente do canal Dinheiro à Vista, é colunista do InfoMoney e da Rádio Bandeirantes. Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira.