Você conserva algum tabu instalado em sua vida?
A maioria das pessoas, mesmo vivendo no século XXI, ainda relacionam tabu com palavra e atos sobre assuntos sexuais e suas supostas intimidades, com isso se escondem ou julgam e imaginam ser assunto proibido com severas consequências punitivas.
Na verdade o tabu foi instalado em nós através dos nossos sentidos, assim como nossas sensações. O tabu se estabelece muito fortemente quando é apontado um grande castigo para aquela pessoa que olhar, falar, tocar em alguém ou em algo cujos seus orientadores e educadores os intimidaram por alguma razão.
No entanto as ações e providências evitadas abrange todas as áreas da vida, na sociedade, na saúde, nos hábitos, desejos, etc. Contam-se que nos primórdios os seres vivos eram proibidos de tocar nos mortos e quem o fizesse teria como consequência um período de isolamento.
O tabu requer um excesso de cuidado, proteção e zelo a algo ou a alguém. Sendo assim, o motivo proibitivo das relações sexuais entre determinados membros criou um pensamento exagerado que até a atualidade ainda impede internamente que certas ações necessárias a nossa sobrevivência saudável por mais tempo, seja praticada. A exemplo de exames clínicos.
Verifique se os seus pensamentos e sentimentos estão limitados por algo que já deixou de fazer sentido a muito tempo e que lhe prejudica a evoluir e se adequar as novas convenções sociais, religiosas, culturais. Reverta-os através da Programação Neurolinguística (PNL).
Estudos provam que a violência psicológica deixa marcas invisíveis, o mal provocado fica por dentro e mesmo assim deixa cicatrizes com a intimidação, humilhação e segregação.

Lita Morais Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.