A medicina psicossomática é um ramo independente de pesquisa, assim como a psicodermatologia que investiga a interação entre psiquismo e a pele. O estresse duradouro pode prejudicar muito as defesas do organismo. Por outro lado sabemos que pessoas, facilmente, irritáveis e pessimistas adoecem com mais facilidade e demoram mais tempo para se recuperarem das doenças.

Em fase atribuladas nos tornamos mais suscetíveis a infecções e alergias. Quanto mais, intensamente, uma pessoa foi traumatizada nos primeiros anos de vida, maior é seu risco, anos mais tarde, de doenças inflamatórias, como reumatismo. Pessoas com problemas de pele percebem que a irritação e a preocupação agravam sintomas de doenças inflamatórias como neurodermite, ou de manifestação autoimune: vitiligo (que provoca despigmentação) e psoríase (que causa descamação). Todas essas informações nos levam a necessidade de aprender a controlar o estresse, a aprender a lidar melhor com os nossas emoções, diminuindo a irritação e o excesso de preocupação no dia a dia. Animais domésticos ajudam contra doenças cardíacas. Aqueles que interagem com cães e gatos e se responsabilizam, afetivamente, por eles, costumam ter pressão sanguínea menor e frequência cardíaca mais baixa do que as pessoas da mesma faixa etária que não tem bichinho para cuidar. Além do autoconhecimento, podemos evitar as doenças com atividade física, relaxamento, yoga, dança, lazer, muita risada e bom humor. Fica cada vez mais claro que a relação entre psiquismo e sistema imunológico tem profunda importância para os que buscam uma vida mais saudável.

Gilmara Somensari- Psicóloga Clínica -CRP06/49605-9 Acupunturista e Especialista em Hipnose.
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.